O AUTO-CONHECIMENTO
 
O principio da sabedoria baseia-se no conhecimento psicológico de nós mesmos
O PODER DO SEXO

Apreender a controlar essa energia maravilhosa do sexo significa fazer-se amo da criação...

LEI DO KARMA

A lei do Karma é aquela lei que ajusta, sábia e inteligentemente, o efeito a sua causa. Todo o bem ou mal que tenhamos feito numa vida virá trazer-nos consequências boas ou más para esta vida ou próximas existências.

QUALIDADE DE VIDA

A humanidade se encontra vivendo tempos difíceis. O homem se esqueceu de "si mesmo", comete erros e suas conseqüências são a dor e as enfermidades.

ESOTERISMO

São Paulo nos diz na Bíblia: “Possuis corpo carnal e corpo espiritual”. Dispomos de práticas para que você mesmo possa ver sair a sua Alma do corpo...

Estava saindo com uma pessoa, tínhamos muitas coisas em comum.

Gladys

Panamá

Prematrimonial

Sou uma jovem maior de 30 anos, mas a minha experiência recua quando eu tinha 22. Estava saindo com uma pessoa, tínhamos muitas coisas em comum. Comecei a ter relações sexuais aos 18 anos e nunca me precavi, tivemos muitas relações sexuais e eu continuava sem cuidar-me, já que pensava que se antes não tinha ficado gravida seria por eu ser imune, ou que nunca me passaria isso.


Mas estava completamente enganada, aos 22 anos comecei a sentir-me mal, fiz o teste da gravides pela urina e deu negativo, injectaram-me qualquer quantidade de coisas para que me viesse o período e nada. No fim fiz o teste do sangue e deu positivo. Nunca me passou pela mente que o aborto era algo cruel, creio que pela minha imaturidade o fiz. Lembro-me que quase morri porque tinha já dois meses de gravides e a minha pressão baixou, logo de recompor-me lhe disse que me mostrara o que tinha feito e ao ver como o tinham destroçado em pedacinhos me pus a chorar. Não obstante depois disso o medico me disse que tinha ficado com a matriz rasgada, e hoje em dia estou a pagar as consequências da minha imaturidade pois não tenho podido ter filhos. Por essa razão me atrevo a contar a minha historia para que não cometam os erros que tenho cometido eu, para não abortar e logo tenham que arrepender-se.