EL AUTOCONOCIMIENTO

La clave para ser sabio siempre se basa en el conocimiento de uno mismo..

EL PODER DEL SEXO

Aprender a manejar esa maravillosa energía del sexo significa convertirse en un maestro de la creación...

LEY DEL KARMA

La ley del karma es la ley que vincula de manera sabia e inteligente el efecto con la causa. Todo lo bueno o malo que hemos hecho en cualquiera de nuestras vidas traerá consecuencias buenas o malas para ésta o próximas existencias...

CALIDAD DE VIDA

La humanidad está viviendo momentos muy difíciles. El hombre se ha olvidado de "sí mismo" y se compromete en errores, cuyas consecuencias son el dolor y las enfermedades...

ESOTERISMO

San Pablo nos dice en la Biblia: "Y hay cuerpos celestiales, y cuerpos terrenales..." Tenemos prácticas para que usted vea cuando su alma sale de su cuerpo

 

 

 

 

Mensaje de error

  • Notice: Undefined offset: 0 en user_node_load() (línea 3697 de /home/anaegzgv/public_html/modules/user/user.module).
  • Notice: Trying to get property 'name' of non-object en user_node_load() (línea 3697 de /home/anaegzgv/public_html/modules/user/user.module).
  • Notice: Undefined offset: 0 en user_node_load() (línea 3698 de /home/anaegzgv/public_html/modules/user/user.module).
  • Notice: Trying to get property 'picture' of non-object en user_node_load() (línea 3698 de /home/anaegzgv/public_html/modules/user/user.module).
  • Notice: Undefined offset: 0 en user_node_load() (línea 3699 de /home/anaegzgv/public_html/modules/user/user.module).
  • Notice: Trying to get property 'data' of non-object en user_node_load() (línea 3699 de /home/anaegzgv/public_html/modules/user/user.module).
  • Deprecated function: The each() function is deprecated. This message will be suppressed on further calls en _menu_load_objects() (línea 579 de /home/anaegzgv/public_html/includes/menu.inc).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable en create_slideshow_temas_varios() (línea 120 de /home/anaegzgv/public_html/sites/all/themes/quedesparche/template.php).
Os efeitos nocivos do álcool
consequências alcoolismo


No caminho da vida o ser humano desconhece quase tudo.


Não sabemos quem somos, nem de aonde viemos, nem qual é a finalidade da nossa existência.


Somos controlados por forças inconscientes que, através da publicidade, nos impõem costumes, vícios, desejos, etc. O nosso propósito é que o ser humano se conheça a si mesmo e possa libertar-se neste falso e ilusório mundo em que vivemos e onde ninguém é feliz.


Não há necessidade de discutir extensamente sobre os efeitos do álcool. Esta mesma palavra em árabe (igual à estrela de Algol, que representa a cabeça de Medusa , cortada por Perseo) quer dizer simplesmente DEMÓNIO.


E é efectivamente um Demónio ou maléfico espírito, quando se apodera do homem; isto é evidente e facilmente constatável pelos seus efeitos, que vão desde a bebedeira ao delirium tremens e à loucura, consignando-se nos descendentes sob a forma de paralisia e outras taras hereditárias.



É inquestionável que sendo o álcool um produto de desintegração, que se origina também no nosso organismo (entre os que se eliminam através da pele), têm uma tendência vibratória desagregante, dissolvente e destruidora, secando os nossos tecidos e destruindo as células nervosas, as que gradualmente são substituídas por cartilagens. 
Resulta palpável e manifesto que o álcool tende a eliminar a capacidade de pensar independentemente e de julgar serenamente, já que estimula inevitavelmente a fantasia e também debilita espantosamente o sentido ético e a liberdade individual.


Os ditadores e os tiranos não ignoram que é mais fácil governar e escravizar a um povo de bebedores do que a um povo de abstémios. Num estado de embriaguez se cometem actos contra a dignidade, o sentido moral e é notória a influência do álcool nos crimes.

Adolf Hitler Joseph StalinMao Zedong

O álcool é a substância maligna que caracteriza em forma íntima os Mundos Inferno. O fumo e os vapores do abismo cheiram a álcool. “ O eixo fatal da roda do samsara está embebido em álcool ".


O abominável vício do álcool tem deixado atrás de si centenas de mortos, filhos tarados, rancores e família inteiras desamparadas por sua causa. O álcool embruteceu e degenerou à raça humana.


.: Etapas do Alcoolismo.

 

INICIAÇÃO.


A sociedade idealizou o falso conceito do machismo e se considera, erradamente, que ser homem é ter vícios como o do álcool e o do cigarro. Estes conceitos errados servem para iniciar o jovem no vício do álcool, já que o jovem quer imitar aos que lhes fizeram crer que são machos e homens.

O ser humano nada mais é do que um humanóide intelectual. O verdadeiro homem é o SUPER-HOMEM, é o iniciado que eliminou todos os seus defeitos, transmutou a água em vinho e se converteu em apóstolo. Homens são: Krishna, Buda, Jesus, os doze apóstolos, Samael, etc. Também o jovem se inicia no vício para imitar aos seus pais ou por pressão deles ou seduzido por amigos.


Muitas vezes o jovem chega ao álcool por decepção amorosa ou por uma situação económica difícil. Muitas festas servem para iniciar-se no álcool, como as do Ano Novo, Carnaval, aniversários, etc. Na idade adulta a pessoa se inicia devido à morte de um ser querido, situação económica, etc.



Como o álcool não pode transformar-se no estômago, o organismo se resiste por meio de vómitos e mal-estares porque ainda não está intoxicado. Pouco a pouco o ser humano obriga e ensina às células e aos seus átomos a necessidade do álcool. O álcool passa directamente à corrente sanguínea e dali às células cerebrais produzindo uma superexcitação e uma euforia.


Nesta fase se assemelha a um pavão já que se pavoneia e se imagina que o estão olhando, mas depois de acabar a superexcitação das células cerebrais estas se embebedam, perdendo o indivíduo o controle do movimento e da razão.


A mente começa a sentir rapidamente os efeitos do álcool tão pronto se faça presente no sangue. Em segundos entra no cérebro estremecendo os neurónios e retardando suas mensagens ao corpo. O coração se fadiga ao enfrentar-se com esta poderosa droga, acelerando suas pulsações . Ao continuar bebendo, o álcool passa à corrente sanguínea e exerce controle sobre o centro da fala, da visão e do equilíbrio. O licor é depressivo para o sistema nervoso central, alegrando a alguns, entristecendo a outros.




INTOXICAÇÃO.
 


O organismo que não está acostumado ao álcool se resiste, mas o humano quer alcoolizar-se, destruir-se e obriga o seu corpo, desta maneira o organismo lhe pede mais e mais. Pouco a pouco é afectado o sistema nervoso ao originar-se a perda na capacidade de coordenar os movimentos produzindo o desequilíbrio e às vezes as quedas. Abusando se pode produzir a Ataxia Locomotriz, que é uma paralisia própria dos alcoólicos.


O álcool produz efeitos depressivos e uma aparente sensação de calor ao dilatar-se os vasos cutâneos, mas o que ocorre realmente é a perda de calor no organismo.


Em estados de bebedeira o alcoólico parece um macaco, faz desplantes próprios de um macaco, transforma-se em palhaço dançarino, lutador, seduz à mulher alheia e a muitos deles lhes dá por beijar seus amigos. Quando já perdem o controle total do movimento parecem uns porcos, arrastando-se no lodo e na imundície, atirados em qualquer rua da cidade ou do povo.


Ao habituar-se a este horrível vício já o indivíduo precisa dele para exercer as suas actividades habituais e, assim, há empregados que não podem realizar nenhum trabalho se não estão ébrios, o vendedor precisa alcoolizar-se para fazer as suas vendas e ainda aparece o médico, alcoolizado , que têm que tomar-se média garrafa para poder fazer uma operação cirúrgica. Cada vez mais aumenta a intoxicação e o alcoólico se converte num "títere", numa máquina humana cujo único pensamento e motivo de existência é o álcool.


MORTE. 


É o fim inevitável de toda intoxicação alcoólica. O álcool altera as faculdades da mente, o fígado se incha, sofre o coração, se produz úlcera, cirrose hepática e ninguém pode adivinhar o quê lhe causará a morte: será o coração, a cirrose hepática, um acidente automobilístico, morte violenta como consequência de um desajuste emocional ou mental, hemorragias internas? etc.

Muerte Alcohol

Mas a morte pelo álcool costuma ser horrível, há quem não coma para não perder a bebedeira, esses praticamente são uns suicidas. 
Beber copos em demasia pode trazer com o tempo danos ao cérebro e ao coração. Pode produzir gastrites , lesões pancreáticas , ansiedade, desnutrição.


A depressão é com frequência o resultado dos bebedores empedernidos. Se uma mulher na gravidez bebe uns copos a mais, em minutos o feto terá a mesma quantidade de álcool no seu sangue; isto pode lesionar o cérebro vulnerável do feto. O álcool também é reconhecido historicamente como um perigoso anestésico com estreita ligação entre o frio e a morte. O envenenamento por álcool é a morte por asfixia.

 

O coração bombeia 36 milhões de vezes por ano, e ao aumentar o seu tamanho, pelo excesso de álcool, não bombeia bem e assim o sangue se vai acumulando nos pulmões causando o edema. O licor em demasia é uma droga devastadora, afasta as famílias e amizades, estraga a saúde, enche as prisões, hospitais e morgues. O ponto ou a linha divisória entre o bebedor de fim-de-semana e o alcoólico é incerto.

O alcoolismo não pode ser explicado simplesmente por herança, mas um historial de alcoolismo na família é um sinal de alto risco.


O álcool é o culpável em 70 % dos acidentes, e na maioria dos homicídios. O álcool gera excesso de ácido clorídrico e este derrame de ácido acompanhado do álcool danifica os tecidos, as paredes estomacais e os vasos sanguíneos, originando úlceras e hemorragias. O excesso de ácido clorídrico produz a Gastrites Alcoólica.


CIRROSIS HEPÁTICA ALCOHÓLICA

O álcool queima o duodeno e produz úlceras duodenais muito dolorosas, mas às vezes o álcool adormece os terminais nervosos e as pessoas não sentem dor. O fígado cumpre 5 funções vitais importantes, entre elas, neutralizar as substâncias tóxicas e produzir muitas substâncias vitais para ter um corpo saudável. O álcool interrompe todas essas funções e é a principal causa de morte no alcoólico.


O álcool tem efeitos tóxicos que afectam o desenvolvimento das células embrionárias no feto da mulher grávida, pode afectar o cérebro em desenvolvimento, o que pode provocar algum atraso mental, e alguns rasgos faciais do embrião podem deformar-se. Os bebés das mães que consomem álcool tendem a pesar menos do que a média e, a medida que crescem, podem ter problemas de hiperactividade ou dificuldades na aprendizagem.


O cérebro é o órgão mais delicado do corpo e o seu peso representa apenas 2% do peso total do corpo. O cérebro contém mais de 15.000 milhões de neurónios cerebrais que se mantêm em comunicação para produzir os pensamentos, movimentos e sensações. O cérebro obtém a energia a partir do oxigénio e daglucose que lhe são fornecidos constantemente através de um intrincado sistema de artérias.


Devemos recordar que as células começam a morrer depois do nascimento e nunca são substituídas. Já a partir dos 30 anos morrem diariamente aproximadamente 100.000 neurónios cerebrais. Mas o alcoólico destrói uma maior quantidade (o mesmo que o masturbador e o toxicodependente), já que numa só bebedeira são destruídos aproximadamente 9 milhões.

Com as práticas da transmutação ou sexo sábio e consciente que pregamos e praticamos na ciência gnóstica detém-se a morte diária desses milhares de neurónios. A morte do bêbado é muito horrorosa. Nas clínicas e hospitais se põem nervosos por falta da bebida. Clamam, gritam, exigem a garrafa de álcool; seu desespero é terrível. Alguns morrem vomitando sangue, outros com terríveis diarreias sanguinolentas , etc.


O álcool queima a cauda do espermatozóide e isto origina filhos tarados. O alcoólico, com o tempo, sofrerá de pressão alta e cardiopatias. O mais grave é que o álcool, por ser um depressor, geraimpotência sexual prematura e isto é muito doloroso. Conhecemos numerosos casos de jovens menores de 30 anos IMPOTENTES e ESTÉREIS à causa do álcool.


.: A campanha contra o álcool.



A verdadeira campanha efectiva contra o álcool é realizada explicando todos estes aspectos nas escolas, colégios, universidades, etc. Somente a compressão fecundante pode salvar às pessoas de cair neste horrível e horroroso vício.


Na realidade a verdadeira educação começa no lar. Os pais de família que bebem lhe estão dando um mau exemplo aos seus filhos e os conduzem ao caminho fatal do ABISMO. Nos lares se lhes deve ensinar aos filhos o que é este vício horrível. Este tipo de ensinamento, acompanhado do bom exemplo, é radical para advertir às novas gerações contra o vício do álcool.


O que se aprende bem no lar não se esquece jamais. As bases da juventude se encontram no lar, na escola e na rua. A juventude admoestada sobre a base da Educação Fundamental resulta de facto edificante e dignificante . A juventude admoestada sobre falsos alicerces é, por consequência lógica, um caminho equivocado.


Os excessos da juventude são contas a pagar na velhice, dedutíveis com juros bem elevados, à data de 30 anos.

Sem uma Educação Fundamental a juventude apresenta-se numa embriaguez perpétua: é a febre do erro, do licor e da paixão animal. 

A CIÊNCIA GNÓSTICA ensina ideias-chaves fundamentais do tipo p sicológico que levam ao Autoconhecimento, à perfeição e a viver melhor.


A CIÊNCIA GNÓSTICA luta pela regeneração humana, por recuperar e elevar os valores morais e espirituais desprezados actualmente pelo intelectualismo ateu. Ademais ensina os 3 factores da Revolução da Consciência e a auto-exploração interior por meio da auto-observação para conhecer as causas e erradicar de nós o erro e a dor.

 


MENSAGEM DE SAMAEL AUN WEOR: "Escutai-me muito bem estudantes gnósticos , à luz do Sol ou da Lua, do dia ou da noite, com o demónio ALGOL há que ser RADICAIS. O álcool é muito traiçoeiro e mais tarde ou mais cedo nos apunhala pelas costas".
 

…Me enlaguné muchas veces…

Soy uno más de los que han vivido la triste experiencia de ser un alcohólico. En esto del alcohol me inicié muy temprano. Cuando tenía entre 8 y 10 años los mayores me daban sorbos de cerveza, o del licor que estuvieran consumiendo. A los 14 años tuve mi primera borrachera, un 31 de Diciembre, pero entre los 16 y 17 fue cuando empecé a tomar seguido, me robaba el ron que encontraba en la casa y luego decía que ni siquiera había visto la botella. Con un grupo de amigos borrachos, tomábamos por lo menos 5 veces a la semana.

…si le ofrecen de beber se olvida de todo…

Tengo mi esposo que bebe una o dos veces por semana, pero cuando toma son de dos a tres días y no trabaja cuando esta mal y se desaparece y vivimos angustiados a que le pueda pasar algo malo. Él promete todas las semanas que cambiará, pero se va a trabajar y si le ofrecen de beber se olvida de todo, viene muy mareado, al punto de no poder casi caminar y se orina en la cama y quiere seguir tomando, luego quiere irse nuevamente. Siempre hicimos planes para salir adelante y no se puede, porque yo también me molesto.

…mi vida se va acabando con este problema…

Soy Víctor, vivo en Lima, Perú. Bueno, hace ya más de 10 años consumo bebidas alcohólicas, en verdad que cada año que pasa mi vida se va acabando con este problema que tengo, siempre digo que ya no lo voy a hacer, pero siempre caigo. He ido a charlas de Alcohólicos Anónimos, pero en verdad no me siento muy bien, es por eso que me recomendaron visitar la página de Gnosis y es así como me interesó, siempre leo y me informo, pero pienso que igual lo voy a volver a hacer.

Tengo un amigo alcohólico.

Tengo un amigo alcohólico y quiero ayudarle a salir de eso. Ya otro amigo murió ahogado en el mar a causa de este terrible vicio y no quiero que a este amigo le pase algo así. ¡Quiero hacer algo, necesito su ayuda!. ¡Gracias!

…quiero salir de ese hueco oscuro en el que me encuentro…

Mi nombre es Adriana tengo 22 años, desde que tenia 16 ingiero bebidas alcohólicas: salía con mis amigas a fiestas, reuniones, tomaba uno, dos tragos en la noche, me sentía bien, igual no tenia la necesidad de seguir tomando, pero ahora es diferente. Hace 4 años empecé con la adicción, he tomado hasta quedar inconsciente, perdiendo la razón, tomando días seguidos, inclusive teniendo impulsos agresivos con mi familia y con los objetos que se encuentran en la casa, en los momentos de desesperación, por no consumir alcohol.

"El hombre superior gusta de ser lento en palabras, pero rapido en obras."

CONFUCIO
F

…Me enlaguné muchas veces…

Soy uno más de los que han vivido la triste experiencia de ser un alcohólico. En esto del alcohol me inicié muy temprano. Cuando tenía entre 8 y 10 años los mayores me daban sorbos de cerveza, o del licor que estuvieran consumiendo. A los 14 años tuve mi primera borrachera, un 31 de Diciembre, pero entre los 16 y 17 fue cuando empecé a tomar seguido, me robaba el ron que encontraba en la casa y luego decía que ni siquiera había visto la botella. Con un grupo de amigos borrachos, tomábamos por lo menos 5 veces a la semana.

...Me duele ver como se destruye…

Mi Nombre es María, quisiera que me envíen información o un tutorial, de cómo puedo hacer para sacar a mi novio del alcohol. Me duele ver como se destruye, ya que él es un profesional que ahora esta metido en el vicio del alcoholismo y no puede salir, anda sucio, descuidado, toma por un mes sin parar ningún día, ya no trabaja, es violento y agresivo. Les suplico que escriban a mi correo toda la información sobre esto. Gracias.

…soy testigo del sufrimiento de vivir con un alcohólico…

El tema que ustedes tratan me parece muy importante, porque es el flagelo del siglo. La verdad es que soy testigo del sufrimiento de vivir con un alcohólico y muchas veces no sé hasta cuándo voy a ser capaz de soportar. Sí el alcohólico supiera el daño que le produce a la familia, esposa, hijos en fin... Los felicito por el tema. Gracias.

...fue mi primera borrachera...

Todo empezó así: un día andaba en Monterrey, pues qué decirles, que estaba con varias primas, ese día mis padres andaban con mi abuelo y la familia en Laredo, pues como mi abuelo tenía tienda nos dejó la llave, pues la confianza era enorme. Éramos 8 en total, mi prima la más grande tenia 15 añitos, jaja quién iba a pensar que ya era alcohólica, yo tenia 13, pues mi alcoholismo ese día empezaba. pues comenzamos con un 6 de Modelo, después con una Caguama, y seguimos con una botella de Jimador, pues yo me sentía de 18 años, jaja. me sentía grande.

…he llegado a prisión a causa de mi mala borrachera…

Cada vez que me emborracho tengo arranques de cólera y suelo causar problemas horrorosos, hasta he llegado a prisión a causa de mi mala borrachera. Quisiera alguna recomendación, por favor agradezco me escriba, bye.

Recomendar a un Amigo